Anything you want can be yours anytime

“Não esquece quem te deu a mão num momento ruim da sua vida. Não se esquece de quem fez um favor pra você, mesmo que tenha sido mínimo, uma besteira. Não esquece quem te dá atenção, amor, afeto, não. Não se esquece de quem chorou ao teu lado quando suas lágrimas quase formavam um riacho. Não se esquece de quem te deu conselhos, de quem te deu palavras; palavras amigas, afetuosas, conselheiras. Não se esquece de quem te pegou no colo quando você era bebê. Não se esquece de quem cuidou de você quando sua mãe teve que resolver um problema sério. Não se esquece de quem correu sempre ao teu lado nas brincadeiras de infância. Não se esquece de quem sempre se escondia com você no pique esconde. Não se esquece de quem deixava você brincar sem ser café com leite. Não se esquece de quem te passou a fila naquela prova em que você não sabia de nada. Não se esquece de quem riu com você, de quem se ferrou com você, de quem teve que sair da sala de aula com você porque não paravam de conversar. Não se esquece daqueles que te davam abraços, beijos na bochecha e te desejavam um “bom dia”. Não se esquece daqueles que te deram conselhos rigorosos, que foram chatos em questão de algo, mas que valeram a pena. Não se esquece daqueles que te colocaram apelidos, ruins, bobos, legais, não esquece. Não se esquece dos implicantes, dos chatos, dos que você nunca gostou, aliás, não dá pra esquecer-se desses, eram os piores. Não se esquece daqueles que te emprestaram um livro que há séculos você queria ler. Não se esquece daqueles que dividiu o fone de ouvido num momento de tédio. Não se esquece daqueles que te chamaram pra fazer parte do grupo num trabalho de escola. Não se esquece daqueles que te convidaram pra dormir na sua casa, pra tirar uma foto, ou pra ir ao cinema. Não se esquece daqueles que te convidaram pra dançar na festa da escola. Não se esquece daqueles que deixaram sua vida tão maravilhosa. Não esquece, por favor. É tão ruim esquecer. Esquecer trás infelicidade. Esquecer faz com que você não pense no quanto de pessoas já te amaram, já compartilharam sorrisos e emoções. Não se esquece deles, se não fossem pelos mesmos, talvez você não tivesse essas lembranças maravilhosas que algumas vezes faz você chorar de falta. Não esquece, falta às vezes faz bem, pra mostrar o quanto seu passado foi especial, e que você daria muito mais do que vive agora pra passar alguns momentos com essas pessoas que um dia abriram um sorriso imenso nesse teu rosto bonito. Não esquece.”
Alberto Lima. (via proezas)

(Source: blogescrevendo, via proezas)